Home » 5ª EDIÇÃO (30/05/2015)

5ª EDIÇÃO (30/05/2015)

Realizada em 30 de maio de 2015, das 10 às 20H, na Faculdade Paulus de Tecnologia e Comunicação – FAPCOM, que fica à Rua Major Maragliano, 191, em São Paulo, próximo à estação Vila Mariana do Metrô.

PROGRAMAÇÃO

11:00 até 12:30

Palestra “Produzindo quadrinhos nacionais na era digital”
PALESTRANTE: Altemar Domingos
Nesta palestra, o ilustrador Alternar Domingos falará sobre como anda o mercado de Quadrinhos nacional e as diversas formas de se publicar hoje, além de abordar a relação direta dos Quadrinhos com a animação 3D e 2D e do do gigantesco mercado de games. Também apresentará o portfólio de seu estúdio Eureca! Design e mostrará todas as áreas correlatas na prestação de serviços de ilustração. Durante a palestra será aberto espaço para perguntas e sorteio de brindes exclusivos.

Palestra “Leitura 100% – Como ler, extraindo o máximo de aproveitamento”
PALESTRANTE: Alfer Medeiros
Saber ler as palavras não quer dizer que aquela pessoa compreendeu com eficiência a mensagem que o autor escreveu naquelas páginas. Muitas vezes, o entendimento está nas entrelinhas e em referências externas. Esta palestra se destina àqueles que desejam ler um livro e extrair dele o máximo possível de compreensão. O escritor Alfer Medeiros, com todo o seu conhecimento de escrita e leitura, mesclado com a experiência de ter criado e co-organizado por anos um clube de leitura, ensinará técnicas, dará dicas e ajudará os participantes a desenvolver senso crítico literário.

Palestra “Utilizando redes sociais para incentivar e promover a literatura”
PALESTRANTE: Alice Reis
A chamada “geração Y” compreende jovens e adolescentes que não possuem o hábito de leitura por estarem inseridos no meio virtual e reféns de suas casas devido à crescente alta na taxa de criminalidade nas cidades. Mas será que não é possível utilizar as redes sociais para incentivar a literatura? Nessa palestra, pretende-se mostrar o resultado da aplicação do projeto Clube do Livro de Belo Horizonte, no qual foi possível utilizar as redes sociais para incentivar os jovens a ler e, com isso, promover encontros seguros onde eles puderam interagir com outras pessoas para discutir sobre literatura.

Palestra “RPG para iniciantes – Aprenda o essencial para jogar”
PALESTRANTE: Átila Oliveira
RPG (Role-playing game) é o tipo de jogo em que você e seus colegas assumem papéis dos mais variados personagens, de acordo com a história conduzida pelo mestre da partida. Venha fazer parte desse mundo na palestra “RPG para iniciantes – Aprenda o essencial para jogar” e entenda como um jogo simples de variações complexas agrada tanto todos os tipos de gerações e gêneros até hoje.

Palestra “RPG e educação – Como usar o entretenimento em sala de aula”
PALESTRANTE: Alan Uemura
Role-playing game, conhecido popularmente como RPG, é uma modalidade em que os jogadores assumem papéis de personagens e criam narrativas colaborativamente de acordo com um sistema de regras em que todos podem improvisar livremente. Um jogo típico une os seus participantes em um único time. Por estimular a criatividade e o raciocínio lógico e incentivar a cooperação de equipe, essa categoria de entretenimento tem sido amplamente incentivada pelo Ministério da Educação e Cultura como método de ensino. Para falar sobre o assunto, convidamos Alan Uemura, professor que utiliza o RPG em sala de aula há muito tempo e poderá dar dicas de como colocar em prática essa reconhecida prática de ensino.

Palestra “Crítica Literária: como fazer uma eficiente resenha de livro”
PALESTRANTE: Renato Modernell
Este workshop é destinado a formação crítica, estrutural e comportamental de jornalistas, blogueiros profissionais e amadores, além de também auxiliar leitores contumazes e escritores a entender o papel importante que esses mantenedores de blogs e colunistas desempenham. Esta atividade específica visa a ensinar técnicas de preparação de textos e revisão na elaboração de resenhas de livros.

13:00 até 14:30

Encontro de escritores das coletâneas da Andross Editora com seus respectivos organizadores
CURADORIA:Edson Rossatto
A Andross Editora fará um encontro com todos os autores das coletâneas literárias que serão lançadas no dia do LIVROS EM PAUTA. Esses autores terão a oportunidade de conhecer pessoalmente os organizadores, preparadores de originais, revisores e capistas que trabalharam em prol da qualidade dessas publicações. São elas: DE REPENTE NÓS (Organizador Leandro Schulai), VIAGENS DE PAPEL (Organizador Roberto de Sousa Causo), AS QUATRO ESTAÇÕES (Organizador Edson Rossatto), LEGADO DE SANFUE (Organizador Alfer Medeiros), KING EDGAR HOTEL (Organizadores Alfer Medeiros & Lara Luft), IMAGINARIUM (Organizador Alex Mir), ALÉM DAS CRUZADAS (Organizadores Carol Chovatto & Bruno Anselmi Matangrano) e SEDE (Organizadora Paola Giometti)

Clube do livro: bate-papo sobre a HQ “Um Contrato com Deus e outras histórias”, de Will Eisner
CURADORIA: grupo Traçando Livros
O grupo Traçando Livros se reúne mensalmente para discutir sobre um livro previamente escolhido e lido por seus integrantes. A participação nessa atividade é aberta a todos, inclusive àqueles que não fazem parte do grupo. Para este encontro especial no Livros em Pauta foi escolhido “Um Contrato com Deus e Outras Histórias”, uma graphic novel escrita e desenhada por Will Eisner.

Palestra ”Conceitos de feminismo no mangá – estudo de caso de Sailor Moon e outras obras”
PALESTRANTE: José Carlos Júnior
Na visão ocidental, a mulher japonesa é extremamente polida, submissa, atenta às necessidades da família e do lar, colocando sempre seu marido e seus filhos como prioridade, vindo a sacrificar a sua própria vontade e desejo em prol do bem da família. Esse discurso cultural não é aparente nas páginas do mangá Sailor Moon, onde as mulheres (Guerreiras Sailors) têm voz e atitude que divergem dos padrões da sociedade, vivendo uma desconstrução do papel feminino. Com isso, traremos em nossa palestra a (des)construção que o papel feminino teve ao longo dos anos, com comportamento, vestuário, maquiagem e etiqueta e como mangás como Sailor Moon, Sakura Card Captor, A Princesa e o Cavaleiro entre outros, influenciou na despadronização da mulher japonesa ao longo do anos.

Palestra “A volta ao mundo em 80 mil palavras – Como escrever livros jornalísticos sobre viagens nacionais e internacionais”
PALESTRANTE: Miragaia René Angelino
Quem viaja muito costuma carregar consigo um diário de bordo, onde relata as experiências vividas na aventura. Muitas vezes, esses relatos tem muito potencial para se transformar em livro. É o caso do jornalista Miragaia René Angelino, que percorreu 192 países e eternizou em vários livros as culturas de diferentes povos de todos os continentes. Nessa palestra, Miragaia dará dicas aos que querem seguir seus passos e se aventurar em jornadas nacionais e internacionais para depois publicá-las em livros.

Palestra “Direitos Autorais: princípios e conceitos básicos que todo escritor deve conhecer”
PALESTRANTE: Lúcia Helena Bettini
Os Direitos Autorais enfrentam um grande desafio histórico, pois, embora tenham nascido e se aperfeiçoado na antiguidade clássica, sobrevivido à Idade Média, se institucionalizado no renascimento e, finalmente, se positivado na modernidade em todo o mundo civilizado, agora eles se defrontam com a sociedade da informação, em que não só é questionada a interpretação profunda desse tipo de direito como também sua existência.

15:00 até 17:00

Palestra “Marvelous Design – Modele Roupas para o seu personagens 3D”
PALESTRANTE: Vinicius Cestari

A indústria de games cresce a cada dia e torna necessária a evolução constante do design de personagens. Nesta palestra, Vinicius Cestari mostrará como capturar movimentos para a criação de personagens em 3D, utilizando o aparelho Kinect. Durante a palestra será aberto espaço para perguntas e sorteio de brindes exclusivos.

Lançamento das antologias literárias da Andross Editora
CURADORIA: Edson Rossatto
Às 15h, todos os autores das antologias literárias da Andross Editora que serão lançadas no LIVROS EM PAUTA se encontrarão no saguão do evento para fazer dedicatórias em seus respectivos livros.

Palestra “Design editorial: princípios básicos para a construção visual de livros, impresso e digital. ”
PALESTRANTE: Gledson Zifssak
Antigamente, capas de livro continham somente o título da obra, não possuíam imagens e só serviam para guardar o conteúdo. Com o tempo, essa ideia foi mudando, pois os editores perceberam que uma capa bem produzida desperta um interesse prévio do leitor antes mesmo de saber do que se trata a publicação. Hoje, se não fossem as capas, certos livros jamais teriam se tornado o sucesso que se tornaram. Nessa palestra, o designer Gledson Zifssak ministrará uma palestra sobre os princípios e conceitos básicos para se criar um design editorial de sucesso.

Mesa-redonda “Línguas da imaginação – As bases das criações de idiomas ficcionais”
DEBATEDORES: Cesar Patoulos e Fernando Augusto Dias Afonso
MEDIADOR Bruno Anselmi Matangrano
Criar povos e terras distantes não é uma tarefa fácil. Desenvolver uma língua própria que possa ser falada e compreendida é mais difícil ainda. Vários escritores e linguistas trabalharam juntos para compor línguas fictícias de povos que existem só na imaginação. Nessa mesa- redonda, especialistas em klingon (Star Trek) e línguas élficas (universo de Tolkien) baterão um papo com o público sobre a complexidade desses sistemas de comunicação que, muitas vezes, possuem gramáticas e ortografias muito bem pensadas.

Mesa-redonda “Eu conheço essa voz – Quem faz e como funciona a dublagem brasileira”
DEBATEDORES: Denise Simonetto e Gonçalo Júnior
MEDIAÇÃO:  Maurício Muniz
Nas últimas décadas, a dublagem brasileira tem cada vez mais se especializado em traduzir a sensação de se assistir às produções internacionais como se aqueles atores tivessem a voz de seus dubladores, tamanho é o profissionalismo empregado nessa indústria de versões nacionais. Mas como ela funciona? Quem são os dubladores anônimo cujas vozes conhecemos? Como se tornar um dublador?

Mesa-redonda “O perfil atual do leitor brasileiro de quadrinhos”
DEBATEDORES: Paulo Maffia e Ivan Barbieri
MEDIAÇÃO: Marcelo Naranjo
Qual o perfil socioeconômico do leitor brasileiro de histórias em quadrinhos? E seus hábitos de consumo? Qual seu nível de engajamento e informação, tendo em vista que a maioria das histórias são criadas em outros países? Num mercado carente de informações sobre o público-alvo, como as editoras, livrarias e lojas especializadas fazem seu planejamento? Esta mesa redonda, formada por profissionais ligados à produção e vendas, vai ajudar a desvendar estes e outros mistérios.

Mesa-redonda “Na tela é diferente: são pertinentes as mudanças nas adaptações para o cinema?”
DEBATEDORES: Paulo Gustavo Pereira, Silvia Helena Penhalbel e Surya Bueno
MEDIAÇÃO:  Eduardo Marchiori
As adaptações de outras mídias para o cinema são tão populares e corriqueiras que possuem até uma categoria de premiação específica para elas no Oscar: roteiro adaptado. Nessa mesa-redonda, nossos convidados baterão um papo com os espectadores sobre certas mudanças que os roteiristas fazem quando levam para as telas detalhes significantes para a obra original. Eles são pertinentes? A discussão é tanta que alguns especialistas defendem que não se trata de adaptação e sim de tradução para o cinema.

17:30 até 19:00

Palestra ”Nuvem de livros: o atual panorama da interatividade on-line de consumidores de e-books”
PALESTRANTE: Alessandra Barros Marassi
As interações dos leitores no ambiente digital é um fator que tem chamado a atenção de empresas que atuam no mercado editorial. O consumo do livro eletrônico e a possibilidade de acesso ao livro por meio de diferentes dispositivos eletrônicos torna o livro um produto transmidiático. O Google assim como redes sociais digitais se mobilizam para entrar em contato e estabelecer relacionamento com ele leitor familiarizados com as tecnologias digitais. Discutir esses movimentos é o tema principal da palestra.

Palestra “Storytelling para games – Como criar histórias para as novas tecnologias”
Palestrante: Juliano Barbosa Alves
O papel do Storytelling sempre foi essencial para a produção de grandes jogos de computador. Atualmente mais empresas de Games do Brasil estão procurando por novas idéias e boas histórias, no entanto o processo de criação e produção de um roteiro de jogos, bem como a maneira como contamos a história através de um processo multimídia difere muito do processo tradicional. Componentes como o Game Design, o tipo de device ou mesmo o estilo do jogo podem interferir e modificar por completo uma história. Durante a palestra será discutido diversos exemplos, processos e possibilidades de mercado para os contadores de história que se interessam em trabalhar com Jogos de Computador.

Mesa-redonda ”Financiamento coletivo – Como criar um projeto cultural com maiores chances de ser financiado”
DEBATEDORES: Felipe Folgosi, Luciana Masini e Filipe Larêdo
MEDIAÇÃO:  Wilson Simonetto
Atualmente, o financiamento coletivo (crowdfunding) tem se mostrado uma alternativa viável e atraente para projetos culturais independentes. Porém, para que uma iniciativa dessa natureza seja bem-sucedida, é necessário dar atenção a determinados detalhes, de modo a conseguir captar o valor necessário para a concretização do projeto sem sobressaltos. O objetivo da mesa-redonda é discutir sobre técnicas com maiores chances de resultado e também sobre os principais erros dos proponentes.

Mesa-redonda “O boom dos heróis no cinema: o público pode cansar?”
DEBATEDORES: André Morelli e Clóvis Furlanetto
MEDIAÇÃO:  Alan Uemura
Nos últimos anos, Hollywood descobriu nos filmes de super-heróis uma excelente fonte de renda. De personagens consagrados mundialmente como Batman, Superman e Homem-Aranha a outros menos conhecidos como Motoqueiro Fantasma e Guardiões da Galáxia, todos ganharam as telas e, na maioria das vezes, faturaram altas bilheterias. Mas até quando o público vai ter interesse nesse tipo de produção? Com os personagens mais populares já tendo seus filmes-solo, aqueles menos conhecidos conseguirão atrair os espectadores? Filmes de super-herói são uma moda passageira ou vieram para inaugurar um novo nicho dentro do cinema de ação?

Mesa-redonda “Futurologia da Ficção – A influência da imaginação fantástica na construção da realidade”
DEBATEDORES: Roberto de Sousa Causo e Paulo A. Zoppi
MEDIAÇÃO: Luciano Marzocca
Quem produz ficção, seja escrita, desenhada ou filmada, pensa diferente de quem vive no mundo “real”. Criativos da ficção vivem na terra da imaginação e, muitas vezes, projetam ideias que anos, talvez décadas ou séculos depois são realmente construídas e utilizadas pela humanidade. Mas quais acertaram em suas invenções? Qual é a importância da ficção na construção da realidade?

Durante o dia

Diversos jogos de RPG
PÚBLICO-ALVO: qualquer um que queira jogar
Durante todo o Livros em Pauta, a Devir Livraria estará presente administrando diversas atividades para todas as idades. Não é necessária a inscrição prévia. Basta ir até a sala 1 no primeiro andar, serta-se em uma das mesas e começar a jogar!
A sala contará com duas promotoras, que ensinarão a mecânica dos jogos de tabuleiro da Devir. Você poderá jogar o quanto quiser!
Também contará com 2 mesas de RPG com mestres que mostrarão o caminho da aventura.
Os jogos de tabuleiro poderão ser jogados em qualquer horário, mas os de RPG têm horários específicos: duas sessões às 11:00, outras duas às 13:00 e as duas últimas às 15:00

PALESTRANTES

Alan Uemura é jornalista e professor. Nerd de profissão. Há mais de 20 anos realiza eventos nas áreas e entretenimento como o Dia do Fã, Star Wars, Harry Potter, Ficção e Fantasia em geral. Como professor utiliza o RPG, Fanfics e o entretenimento em geral para que o aluno utilize estes meios para ampliar sua criatividade e crítica do mundo em que vive.

Alessandra Barros Marassi é publicitária formada pela Universidade Metodista. Mestre e doutoranda em Comunicação e Semiótica pela PUC-SP. Pesquisa sobre os processos de criação na mídias com foco no consumidor digital e sobretudo sobre o consumo do livro no ciberespaço analisando as interações dos leitores nas redes sociais digitais. É Docente nos cursos de Publicidade e Propaganda e Multimídia da FAPCOM e no curso Comunicação e Multimeios da PUC-SP.

Alfer Medeiros nasceu em Massarelos, Portugal, em 1975. Publicou duas séries próprias (Fúria Lupina e Livraria Limítrofe), roteirizou um projeto de história em quadrinhos (Peeiras HQ) e participou de algumas antologias de literatura fantástica. É um dos organizadores oficiais das coletâneas da Andross Editora. Mantém o site alfermedeiros.com.br Contato: alfer.medeiros@gmail.com

Alice Reis é escritora, tradutora, revisora e blogueira. Leitora compulsiva desde a infância, fez do universo literário seu próprio País das Maravilhas. Já escreveu contos, fanfics de O Senhor dos Anéis, poesias e roteiros. Sua criatividade para inventar histórias e atividades para ocupar o tempo não tem fim, o que a faz conciliar as horas do dia entre livros, filmes, seriados e músicas, além da faculdade e do trabalho.

Altemar Domingos é ilustrador, instrutor de computação gráfica e desenho na escola Redzero e editor de quadrinhos. Atuou como colorista para o Magic Eye Studio, colorindo diversos personagens da Disney, como Procurando Nemo, Os Incríveis, A Nova Onda do Imperador, A Dama e o Vagabundo, Chiken Little, Diego, o Explorador e alguns cenários para heróis Marvel. É autor da HQ Jaguara e de sua versão infantil Jaguara Mirim, além de um livro de tiras de humor da série de sua criação chamada Casados e Apressados.

André Morelli estudou História na faculdade mas abraçou o jornalismo como profissão. Escreve sobre cultura pop desde 2005, com materiais publicados pelas editoras Abril e Europa. Formado em Análise e Teoria de Roteiro pela AIC (Academia Internacional de Cinema), é autor dos livros Super-Heróis nos Desenhos Animados, Super-Heróis no Cinema e nos Longa-Metragens da TV e Super-Heróis dos Animes. Atualmente trabalha como diretor de conteúdo na Camucada Coletivo e é um dos editores dos site Popground.

Átila Oliveira é jogador e mestre de RPG há mais de vinte anos, atuante em vários eventos do gênero, incluindo o Encontro Internacional de RPG (EIRPG). Biólogo de formação e com quinze anos de experiência como professor, gosta de utilizar o RPG como ferramenta pedagógica. Também é enxadrista, discípulo do Kung Fu e estudante de canto; além de entusiasta de cinema, fotografia, literatura e HQ. Mantém um blog profissional onde aborda evolução biológica e paleontologia (atilassauro.blogspot.com.br/).

Bruno Anselmi Matangrano é bacharel em Letras, Mestre e Doutorando em Literatura Portuguesa, pela Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, da Universidade de São Paulo (USP), dedicando-se, sobretudo, ao estudo da literatura simbolista, fantástica e policial. Publicou diversos contos e já organizou antologias de autores clássicos e contemporâneos. É ainda coeditor das revistas de pós-graduação em Literatura Portuguesa e em Letras Francesas da USP, e também da coleção O Melhor de cada tempo, da Editora Vermelho Marinho.

Cesar Patoulos é professor, tendo se formado em Música pela UNESP. Desde muito cedo se envolveu com literatura fantástica através do cinema; mais tarde, descobriu que a maior parte dos filmes eram adaptações de obras do gênero e, a partir daí, não parou mais, até conhecer a obra de J R R Tolkien. Desde 2005, é membro da Toca SP do Conselho Branco, uma sociedade voltada ao estudo e divulgação das obras do Professor; entre 2006 e 2008, foi o coordenador do projeto Lambendili, grupo de estudos sobre as línguas inventadas por Tolkien (Quenya e Sindarin), tendo atuado como “explicador” de Quenya (porque nunca se considerou um professor, de fato…) Desde outubro de 2014, é o responsável pela página Tengwestyar – Caligrafia Élfica (www.facebook.com/caligrafiaelfica), onde divulga seu trabalho como calígrafo da escrita élfica, al&eacute de artigos e ensaios sobre os elfos de Tolkien, música, arquitetura e cultura élfica em geral..

Clóvis Furlanetto é jornalista, colunista de cinema, especialista em games e quadrinhos. É produtor de eventos desde 1991, atuou na vinda de diversas personalidades internacionais como: George Takey (Sulu – Star Trek), Walter Koenig (Chekov – Star Trek), David Prowse (Darth Vader – Star Wars) e Leonard Nimoy (Sr. Spock – Star Trek). Atualmente é editor do site www.cfnoticias.com.br voltado ao entretenimento e produtor dos eventos Quantum Fiction que promovem encontros mensais de fãs de séries, filmes e quadrinhos.

Denise Simonetto é dubladora desde 1978, tendo como alguns dos trabalhos mais conhecidos as vozes das atrizes Demi Moore, Julie Andrews, Julia Roberts, Sandra Bullock, Michelle Pfeiffer, entre outras. Também fez a voz de diversos personagens infantis, como a Minie Mouse e vários personagens da Disney. Seu trabalho mais atual é a dublagem da personagem Katheryne Willows, da série CSI Las Vegas. Também foi diretora de dublagem e coordenadora artística. Recebeu em 2003 o prêmio Yamato de melhor direção de dublagem pelo trabalho em “Sakura Card Captors” e em 2010 o de melhor tradução/adaptação pela novela “Meninas Malvadas”.

Eduardo Marchiori é formado em Jornalismo e pós-graduado em Comunicação Empresarial. Atuou como repórter da revista Nutrinews e foi editor-assistente da revista Industria de Laticínios. Atualmente é colaborador das revistas Mundo dos Super-Heróis e Mundo Nerd, ambas da Editora Europa, publica um boletim empresarial para a empresa Fermentech Com. de Insumos para Alimentos e edita o blog Raio X, focado, focado em cultura pop. Também teve matérias publicadas nos sites Antigravidade, Papo de Quadrinho, Meu Herói, Cajumanga e 4All Magazine. Adotou o apelido Mutante X porque se considera uma pessoa em constante mutação.

Felipe Folgosi fez faculdade de cinema na FAAP e especialização na UCLA por dois anos. Tem 25 anos de carreira como ator, com diversos trabalhos no cinema, teatro e televisão. Colaborou com o Jornal da Tarde escrevendo sobre cinema. Em 2001 ganhou o Concurso Nacional de Dramaturgia promovido pelo Ministério da Cultura com a peça Um Outro Dia. Agora em 2015 irá lançar sua primeira graphic Novel, uma HQ de sua autoria chamada Aurora, financiada coletivamente por intermédio do Catarse.

Fernando Augusto Dias Afonso é professor, advogado, coordenador do Curso de Serviços Jurídicos da Etec GV, Conselheiro do Fã Clube Star Trekkers, Apresentador do programa, falando sobre Jornada nas Estrelas em 5 minutos no Canal NerdTrekker do YouTube e palestrante vencedor do Troféu de Comunidade mais engajadora na Campus Party 2015 pela palestras: A Ficção Científica não prevê o futuro, ela gera o futuro.

Filipe Larêdo é formado em Direito e em Produção Editorial. Trabalhou em grandes editoras brasileiras como Globo Livros e Novo Século, tendo sido, nesta última, editor dos livros de André Vianco, um dos maiores autores de literatura fantástica do país. No final de 2013, criou a Editora Empíreo, que em pouco mais de um ano de existência já possui seis títulos publicados, incluindo em seu catálogo a coletânea Desnamorados, um romance colaborativo sobre o amor, financiado pelo Catarse em 2014.

Gledson Zifssak é graduado em Produção Editorial, com pós-graduação em Design Gráfico, atua na área editorial desde 1999. Tem ampla experiência na criação de livros infantis e juvenis; design de livros, revistas e peças de divulgação; projeto gráfico de livros com acabamentos especiais, livros-objeto e e-book. Foi finalista do Prêmio Jabuti de 2009, na categoria “Melhor capa”, e finalista do Prêmio Pini de excelência gráfica (2006/2007/2008). É sócio-proprietário da Kalima Editores empresa de prestação de serviços editoriais que atua em todas as fases da produção editorial.

Gonçalo Júnior nasceu em Guanambi, Bahia, em 1968. Jornalista e advogado, trabalhou no jornal Gazeta Mercantil, no Jornal da Bahia, no Bahia Hoje, Tribuna da Bahia e colaborou em publicações como Folha de S. Paulo, Carta Capital, Bravo! e Imprensa. É autor dos livros “País da TV”, da Conrad Editora, “Alceu Penna e as garotas do Brasil”, da Cluq, “A Guerra dos Gibis – a formação editorial brasileira e a censura aos quadrinhos, 1933-1964”, da Companhia das Letras, “Tentação à Italiana – um perfil dos mestres do erotismo contemporâneo”, da Opera Graphica, “O Homem-Abril”, da Opera Graphica e “Benício – um perfil do mestre das pin-ups e dos cartazes de cinema”, da Cluq. Publicou os álbuns de histórias em quadrinhos “Claustrofobia”, ilustrado por Júlio Shimamoto, da Devir Livraria, e “O Messias – um filme mudo em Quadrinhos”, com arte de Flávio Luiz, da Opera Graphica. Seu último livro é o Versão Brasileira: Herbert Richers – Biografia do produtor de filmes e maior dublador de TV do país, publicado pela editora Criativa.

Grupo Traçando Livros surgiu em Janeiro de 2012, resultado da vontade de alguns leitores de ter um espaço para discutir pessoalmente obras literárias de qualidade, de forma descontraída. As reuniões do grupo são mensais, embora também haja atividades extras em outros eventos, como o Livros em Pauta. Quem desejar participar do grupo, é só acessar a página no Facebook, visualizar a obra a ser lida e participar de próxima reunião.

Ivan Barbieri é roteirista, dramaturgo e editor. Atualmente é gestor da seção de HQ’s e RPG na Livraria Martins Fontes. Na mesma empresa, atua como consultor editorial para publicação focada no publico jovem.

José Carlos Júnior é formado em Jornalismo pela Universidade Sant’anna. Seu livro-reportagem foi o primeiro na história da instituição a abordar o tema de quadrinhos (Mangá). Com grande ênfase de quadrinhos e cultura na sua vida, foi gestor da comic shop Cidade de Papel, onde contracenou seu dia a dia com grandes ilustradores e pesquisadores do mercado. Passou alguns anos na gestão da Livraria do Espaço Unibanco, trafegando pela Livraria da Vila, sede Jardins. Pós-graduado em 2015 pela FMU, no curso de Jornalismo Cultural, direcionou sua dissertação científica para a linha de mangá, tema que já trazia afinidade desde a sua graduação. Hoje ocupa o lugar de Gerente da Livraria Antroposófica, posição que já está há 5 anos.

Juliano Barbosa Alves é formado em Antropologia, Pós-Graduado em Gestão de Marketing e Mestre em Administração. Trabalha com tecnologia e games há mais de 12 anos e atualmente é Gerente de Marketing para a área de desenvolvedores da Intel e participa do Conselho Consultivo da Abragames (Associação Brasileira dos Desenvolvedores de Jogos Digitais). Ele também atua como escritor, roteirista, palestrante e blogueiro. Já participou de diversas antologias da Andross e gosta de escrever textos de fantasia e ficção científica. Mais sobre Juliano acesse: http://criadordemundos.com.br/

Lúcia Helena Bettini é doutora em Direito do Estado- subárea Direito Constitucional pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2009); mestre em Direito do Estado- subárea Direito Constitucional pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2004); integrante do Conselho Editorial da Revista de Direito Educacional e da Revista de Direito das Comunicações – Editora Revista dos Tribunais; professora da Universidade Presbiteriana Mackenzie – UPM, nos Cursos de Direito, Jornalismo e Publicidade e Propaganda; professora titular da Universidade de São Caetano do Sul- USCS-IMES nas Escolas de Direito e Comunicação; professora no Curso de Pós-Graduação em Segurança Pública e Direitos Humanos; professora conferencista da Escola Superior do Ministério Público do Estado de São Paulo; professora convidada da Fundação Dom Cabral e professora no programa de Mestrado da Faculdade de Direito do Sul de Minas-FDSM, em 2014, onde também lecionou na Especialização e Graduação. Autora de diversos artigos científicos e livros em coautoria. Advogada em São Paulo. Atua principalmente nos seguintes temas: Direito Administrativo, Constitucional e da Comunicação, Políticas Públicas e Direitos Humanos, especialmente Gênero, Raça/Etnia e Classes Sociais.

Luciana Masini é líder de curadoria do Catarse (a maior plataforma de financiamento coletivo do Brasil), estrategista de campanha e catalisadora de projetos criativos desde 2012.

Luciano Marzocca é trekker desde que o seriado Star Trek foi exibido pela Rede Manchete em 1990. Tem paixão por história geral e pelas mais diversas formas de ficção científica – das mais tecnicistas às mais humanistas. Já estudou Comunicação Social (pós-graduado pela ECA-USP), Teologia (graduado) e voltou à universidade para estudar Letras (FFLCH-USP). Atua como professor de Língua Portuguesa e é editor de variados periódicos desde 1995. Hoje edita o recém-lançado Calendário Geek.

Marcelo Naranjo é formado em Administração de empresas e Direito. Coleciona HQs desde cedo e aprendeu a ler e a sonhar com Tio Patinhas, Turma da Mônica e os super-heróis. Talvez por isso goste tanto de gibis antigos e virou o “arqueólogo” do Universo HQ. Também é aficionado por livros, cinema e futebol. Está no site Universo HQ desde o comecinho e considera que o mais valioso de tudo isso foi fazer grandes amizades.

Maurício Muniz é jornalista e editor de livros e quadrinhos. No meio da década de 1990, foi colunista da revista Wizard, da editora Globo. Em 1997, passou a editar quadrinhos para várias editoras e, entre as séries nas quais trabalhou estão Sandman, Sin City, Preacher, Star Wars, Hellblazer e Transmetropolitan. Foi responsável por trazer ao Brasil alguns dos quadrinhos mais aclamados dos últimos anos, como A Liga Extraordinária, Authority, Planetary, Tom Strong, Halo Jones, Zenith e O Corvo. É colaborador da revista Mundo dos Super-Heróis, produz revistas e quadrinhos institucionais e edita os álbuns da Gal Editora, como Fracasso de Público, Filósofos em Ação e Invasão dos Mortos. É coautor do livro Vampiros na Cultura Pop, da Editora Europa, além de ser editor da revista Mundo Nerd.

Miragaia René Angelino é advogado, jornalista internacional, publicitário, empresário, e palestrante. Viajou para 192 países em todos os continentes, o que resultou em vários livros escritos, entre eles Minha moto, eu e a América, Yukon – a última fronteira e Pelos caminhos dos deuses.

Paulo A. Zoppi possui profundo e extenso conhecimento a respeito do amplo universo ficcional desenvolvido pela série original Star Trek, pelos filmes para cinema e pelas séries derivadas. Mais do que isso: é apaixonado por Star Trek desde a mais remota infância e crê que a série tenha influenciado de modo significativo suas convicções e sua visão de mundo. Bacharel em Ciências da Computação pela UNICAMP, tem cerca de 25 anos de experiência no mercado de TI (Tecnologia da Informação) e há 15 anos vem trabalhando exclusivamente com treinamento, como instrutor, gestor de instrutores e coordenador técnico de treinamento. É contista bissexto, colabora periodicamente com artigos para os sites Obvious Lounge e Bad Request e seus interesses abrangem um escopo que inclui literatura, cinema, filosofia, história e psicanálise – não por acaso, apenas alguns dos muitos temas que se podem encontrar em Star Trek.

Paulo Gustavo Pereira é formado em Jornalismo pela Universidade Metodista de São Bernardo do Campo, Turma de 1982, Paulo Gustavo Pereira, mineiro de Belo Horizonte, começou a trabalhar na área em 1974, como assistente de redação das Radios Tupi e Difusora. Dois anos depois, foi para a TV Cultura, onde foi sub-chefe de reportagem e repórter, até ir trabalhar na Rede Globo, em 1980. Passou pelas rádio Capital e Globo, pelas TVs Manchete e Record e SBT, até começar a escrever para o mercado de home video nos anos 80. Foi chefe de redação do Jornal do Video, colaborador das revistas Video Business e Video News, comentarista de video do Cardeno Dois. A partir dos anos 90, atuou em produção independente, e comentarista ocasional de TV do Jornal da Tarde. Em 1993, foi contratado pelo SBT para produzir as transmissões do Oscar, com apresentação de Rubens Ewald Filho. Trabalhou como chefe do departamento de cinema do SBT, até ser convidado para ser assessor de imprensa da CIC Video. No final da década de 90, assumiu a chefia de redação da revista Sci-Fi News, onde está até hoje. Foi o diretor responsável das transmissões do Oscar pelo SBT, entre 2000 e 2004, e diretor da transmissão dessa premiação pela TNT, direto dos Estados Unidos, em 2007. Lançou o Almanaque dos Seriados de TV, pela Ediouro, em 2008, e o Almanaque dos Desenhos Animados pela Matrix, em 2010. Atualmente, apresenta o programa Loucos Por Séries no canal Guia Vivo TV da Vivo, e os programas Almanaque dos Seriados e Movie Business, pelo portal TVvgeracaoz.com.br).

Paulo Maffia é jornalista com passagens pelo “Revista Sci-Fi News” nos anos noventa. Trabalha na Editora Abril desde 1995. Em 2004 se tornou o responsável pela seleção editorial e pelos projetos relacionados às histórias da Disney.

Renato Modernell (1953) é escritor, professor e jornalista. Nasceu no litoral do extremo sul do Brasil, onde sua família, com raízes no Uruguai e na Itália, tinha um hotel de veraneio. Aos 18 anos, radicou-se em São Paulo, cursou jornalismo e atuou como repórter de viagens. Recebeu o Jabuti, por duas vezes, entre outros prêmios literários. Publicou 14 livros, entre os quais os romances Mare Magnum (2013), Gird (2012) e Sonata da última cidade (1988).

Roberto de Sousa Causo é bacharel em Letras Inglês/Português, e Doutor em Estudos Lingüísticos e Literários em Inglês, ambos pela Faculdade de Letras da Universidade de São Paulo, é autor dos livros de contos A Dança das Sombras (1999) e A Sombra dos Homens (2004), dos romances A Corrida do Rinoceronte (2006), Anjo de Dor (2009) e Glória Sombria (2013), e do estudo Ficção Científica, Fantasia e Horror no Brasil (Editora UFMG, 2003). Sua novela O Par ganhou o 11º Projeto Nascente. Tem contos publicados em onze países, e ensaios na revista Extrapolation e em livros nacionais e estrangeiros.

Silvia Helena Penhalbel é empresária, casada, mãe de duas filhas gêmeas, adora cinema, seriados de TV e livros, não necessariamente nesta ordem. É fã de fantasia e ficção e adora ler histórias de terror à noite, quando a casa está em silêncio e as sombras brincam nas paredes da sala. Foi colunista da Revista Sci Fi News e hoje em dia se dedica a organizar o Dia do Fã, evento que faz parte do calendário oficial da Cidade de São Paulo e reúne todos os anos, fãs de seriados, livros e filmes.

Surya Bueno é jornalista e Diagramadora, trabalhou por 9 anos na Editora Meio & Mensagem, por 6 anos na Editora OnLine produzindo os produtos licenciados como Harry Potter, Star Wars, Transformers, Hulk, Homem-Aranha, My Litte Poney, Ben 10, Revista Rebeldes, Yes Teen e mais de mil revistas. Na editora Mythos como freelancer foi responsável pelas capas dos quadrinhos TEX entre outros. Desde 2004 é editora de conteúdo e marketing do site Aumanack.

Vinicius Cestari é designer 3D e produtor multimídia com pós-graduação em Computação Gráfica 3D no Centro Universitário SENAC. Atua há 6 anos na área de jogos tridimensionais, criando vestimentas para personagens, criação de objetos, ambientes e personagens 3D, animações (MOCAP) 3D.

Wilson Simonetto é colaborador do site Chamando Superamigos e da Revista Mundo dos Super Heróis. Coleciona quadrinhos e possui um acervo de aproximadamente 6000 exemplares. Foi apoiador de mais de 10 projetos via crowdfundings.